09/11/2017
Tamanho
 

Gonzaga Patriota explica benefícios da interligação dos Rios Tocantins e São Francisco

Reprodução/TV Câmara   
Segundo Patriota, interligação visa compensar suprimento hídrico
 

O deputado federal Gonzaga Patriota (PSB-PE) explicou, na manhã desta quarta-feira (08), em entrevista ao Programa Palavra Aberta, da TV Câmara, detalhes da interligação dos rios Tocantins e São Francisco. O Projeto de Lei nº 6569/13 foi aprovada em caráter conclusivo na Câmara dos Deputados em 31 de outubro e enviada ao Senado em seguida.
 
Gonzaga disse que esse projeto é para a sociedade brasileira que ama o Nordeste e que vai trabalhar pela aprovação da proposta. Ele acredita que, com o senador Antônio Carlos Valadares (PSB-SE) na relatoria, é possível conversar com o presidente do Senado, Eunício Oliveira, para que a proposta seja aprovada sem emendas entre novembro e dezembro. "Não temos mais como esperar. Passamos 27 anos para aprová-la na Câmara e espero que passe só 27 dias no Senado", destacou.
 
Segundo o deputado, a interligação visa compensar o suprimento hídrico do São Francisco; melhorar o volume de água no Lago do Sobradinho; aumentar a disponibilidade aquática no semiárido; gerar energia a partir da queda d’água na divisa de Tocantins com a Bahia e possibilitar a instalação de novos polos de fruticultura irrigada. 
 
O ponto de captação será a confluência do Rio Manuel Alves, afluente da margem direita do Rio Tocantins. Do ponto de captação até o encontro com as águas da barragem de Sobradinho, o percurso total será de 743 quilômetros. Porém, apenas os primeiros 220 km, entre o Rio Tocantins até o distrito de Garganta – BA, necessitam de obras de engenharia.
 
São 220 quilômetros para a adução e elevação da água, a 600 metros de altura, de modo a transpor a Serra Geral de Goiás, na divisa Tocantins/Bahia. A partir daí ela segue por gravidade no leito do Rio Preto, até a confluência com o Rio Grande, por 315 km; desse ponto, segue por 86 km, até desembocar no Rio São Francisco, na cidade de Barra – BA. Até a Barragem de Sobradinho percorre-se mais 122 km.
 
O socialista ressaltou que o projeto não causará impactos para os tocantinenses e explicou como será o funcionamento. “Faremos eletrificação com água que cai da Serra Geral de Goiás, e dessa região poderemos construir projetos de irrigação. A água só será captada em época de cheia, não em momento de dificuldades, como a atual”, contou.
 
Para o parlamentar, o projeto de interligação precisa ser iniciado em 2018, pois o Velho Chico não aguenta mais dois anos de seca. Com a falta de chuvas entre Petrolina e Juazeiro, há uma grande ameaça à fruticultura irrigada daquela região. “O Vale exporta frutas para Europa, Ásia, gera milhares de empregos diretos e indiretos. É preciso fazer essa parceria com Tocantins. Com o São Francisco cheio, trocaremos riquezas por meio deste canal com o norte do Brasil. Mas sem a água do Tocantins, tudo isso vai se acabar”, finalizou.

Assessoria de imprensa do dep. Gonzaga Patriota
 
Mais notícias sobre Entrevista
09/11/2017 - Gonzaga Patriota explica benefícios da interligação dos Rios Tocantins e São Francisco
01/11/2016 - Gonzaga Patriota participa de programa de TV para debater a seca no Nordeste
15/07/2015 - Glauber Braga fala sobre os 25 anos do ECA e melhorias na educação do País
10/07/2015 - Gonzaga fala sobre transposição do Rio São Francisco em programa de TV
22/10/2014 - 'PT não tem monopólio da esquerda', diz presidente do PSB, Carlos Siqueira
 
     
 
     
 
       
 
Liderança do PSB na Câmara dos Deputados
Câmara dos Deputados - Anexo II - Bloco das Lideranças Partidárias Sala 114 Fone: (61) 3215-9650 - Fax: (61) 3215-9663
Assessoria de imprensa: (61) 3215-9656 • e-mail: imprensa.psb@camara.gov.br ® 2016 • Liderança do PSB na Câmara. Todos os direitos reservados.