06/02/2018
Tamanho
 

Proposta de Danilo Cabral define regras para o reajuste do gás de cozinha

   
 

A nova política de preços estabelecida pela Petrobras, em julho do ano passado, estabeleceu novas regras para os reajustes dos combustíveis, baseados na cotação de mercados internacionais, passando a ser influenciada pela conjuntura externa e pela variação do câmbio.

Para Danilo Cabral (PSB-PE), essas regras proporcionaram aumentos expressivos sobre os valores do botijão de gás comercializados, e atingiram o patamar de 56% ao longo dos últimos meses. Visando corrigir o que considera um equívoco da estatal, o parlamentar protocolou o Projeto de Lei nº 9.359/2017 que define novas regras para o reajuste do gás liquefeito de petróleo para uso residencial.

De acordo com a proposta, os reajustes de preço do gás liquefeito de petróleo serão realizados somente uma vez ao ano, com divulgação no mês de dezembro. “Em Pernambuco, foi noticiado pela imprensa o aumento do uso de etanol e de botijão de gás comprados em revenda clandestina, o que tem causado vários acidentes. O número de pacientes com queimaduras graves atendidos no Hospital da Restauração, no Recife, aumentou 60%”, alertou o socialista.

Ainda segundo o deputado, a instabilidade e a frequência de reajustes dificultam a fiscalização da sociedade e impedem o planejamento de famílias e empresas.
 

Marcelo Bessoni - Especial para o PSB na Câmara
 
     
 
     
 
       
 
Liderança do PSB na Câmara dos Deputados
Câmara dos Deputados - Anexo II - Bloco das Lideranças Partidárias Sala 114 Fone: (61) 3215-9650 - Fax: (61) 3215-9663
Assessoria de imprensa: (61) 3215-9656 • e-mail: imprensa.psb@camara.gov.br ® 2016 • Liderança do PSB na Câmara. Todos os direitos reservados.