29/05/2018
Tamanho
 

Presidente do PSB se solidariza com movimento dos caminhoneiros em todo o País

Divulgação   
 

A greve dos caminhoneiros repercute um amplo mal-estar disseminado junto à população brasileira que, nesse momento, tem por fundamento particular a desastrosa política de preços de combustíveis, praticada pela atual direção da Petrobras, que serve aos mercados, seguindo a onda geral de subordinação adotada pelo Governo.

É clara a percepção da sociedade brasileira– e totalmente prática, no presente caso — de que as políticas neoliberais e ultraconservadoras do governo Temer são feitas contra os interesses populares, e em benefício dos ricos – especialmente aqueles que têm rendimentos que podem acompanhar os aumentos do dólar, com relação à moeda nacional.

É por isso que não há oposição à greve, ocorrendo ao contrário certa simpatia por ela, apesar de todas as dificuldades que impõe ao dia dia de todos. A percepção da população está correta e se trata, portanto, de apoiar a greve, como ato de resistência, contra o curso antipopular e antinacional das políticas de Temer.

Não se trata apenas, contudo, do preço dos combustíveis, mas de colocar este governo, ou qualquer outro, a trabalhar pelos interesses da maioria da população, o que não se faz com o entreguismo atual.

Nesse contexto, não cabe às forças políticas do campo democrático-popular outra alternativa, que não a de se solidarizar com os caminhoneiros, articulando todos os esforços necessários a fazer oposição às políticas em curso, com particular destaque àquelas destinadas à desnacionalização de ativos estratégicos pertencentes à população brasileira, como Petrobras e Eletrobras, cujas consequências serão nefastas para os debaixo, como demonstram de modo inequívoco os aumentos de gás de cozinha, combustíveis em geral e energia elétrica.

Até quando resistir? O suficiente para que este governo ou qualquer outro compreenda que deve estar a serviço do País, e não de interesses que lhe são estranhos e hostis. O Partido Socialista Brasileiro – PSB não se furtará a exercer firme oposição ao Governo, como já vem fazendo, até que os interesses populares finalmente se imponham.

 

CARLOS SIQUEIRA


Presidente Nacional do Partido Socialista Brasileiro – PSB

PSB Nacional
 
     
 
     
 
       
 
Liderança do PSB na Câmara dos Deputados
Câmara dos Deputados - Anexo II - Bloco das Lideranças Partidárias Sala 114 Fone: (61) 3215-9650 - Fax: (61) 3215-9663
Assessoria de imprensa: (61) 3215-9656 • e-mail: imprensa.psb@camara.gov.br ® 2016 • Liderança do PSB na Câmara. Todos os direitos reservados.