04/09/2019
Tamanho
 

Preservação da Amazônia é tema de Comissão Geral solicitada por Alessandro Molon

Sérgio Francês   
Deputado Alessandro Molon preside Comissão Geral
 

A pedido do líder da Oposição, Alessandro Molon (PSB-RJ), a Câmara realizou, nesta quarta-feira (4), Comissão Geral para debater a preservação e a proteção da Amazônia. O evento contou com a participação de especialistas, representantes de organizações não governamentais e movimento sociais. 
 
Para Molon é acertada a decisão de realizar, de fato, essa Comissão Geral para tratar desse tema que vem mobilizando o País e o mundo inteiro. Vale lembrar que o debate ocorreu um dia antes da data de comemoração do Dia da Amazônia, que tem o objetivo de conscientizar as pessoas sobre a importância da maior floresta tropical do mundo e da sua biodiversidade para o planeta. 
 
A reunião de parlamentares e defensores da preservação da floresta ocorreu, de acordo com Molon, devido à urgência da pauta, que dialoga com o presente e o futuro do País, das próximas gerações e do planeta. “A pergunta que nós nos fazemos é, qual Brasil queremos para os próximos anos”, indagou.
 
Nesse sentido, o socialista disse que é muito triste ver no mais alto posto da República brasileira uma pessoa com tão pouco apreço por esse futuro. Uma pessoa que despreza o conhecimento, a ciência, o saber e está disposta a submeter mais de 210 milhões de brasileiros ao que ele chama de desenvolvimento mas que, na realidade, é um atraso. “Uma pessoa que, infelizmente, tem espalhado o ódio e, no lugar da construção, tem optado pela destruição”, criticou. 
 
Presidente da Comissão de Meio Ambiente, o deputado Rodrigo Agostinho (PSB-SP) disse que estamos diante de um conflito muito grave, já que o Brasil, hoje, é o País que mais desmata floresta tropical do mundo. Atualmente, 60 milhões de hectares no País são destinados à agricultura e mais 174 milhões de hectares são de pastagens, desses, 74 milhões são terras abandonadas. “Nós poderíamos dobrar a nossa produção sem precisar desmatar mais um único hectare. E o agro sabe disso, a sociedade sabe disso, a comunidade científica sabe disso”, destacou.
 
De acordo com o parlamentar, estamos diante de um conflito onde temos o desmonte de estruturas de fiscalização. A estrutura de financiamento, o fundo de conversão de multa, o Fundo Clima e o Fundo da Amazônia estão todos paralisados. Além disso, Agostinho lembrou que 19 estados brasileiros não tiveram até agora a nomeação do seu superintendente do Ibama. “Tudo isso nos leve a bater, esse ano, o recorde histórico de desmatamento. Nós vamos chegar ao final desse ano, muito provavelmente, perto de 10 mil quilômetros quadrados de floresta desmatada. A reação precisa acontecer”, alertou.  
 

Moreno Nobre
 
     
 
     
 
       
 
Liderança do PSB na Câmara dos Deputados
Câmara dos Deputados - Anexo II - Bloco das Lideranças Partidárias Sala 114 Fone: (61) 3215-9650 - Fax: (61) 3215-9663
Assessoria de imprensa: (61) 3215-9656 • e-mail: imprensa.psb@camara.gov.br ® 2016 • Liderança do PSB na Câmara. Todos os direitos reservados.