11/09/2019
Tamanho
 

“É preciso propor soluções para conservação do Cerrado”, diz Rodrigo Agostinho

Moreno Nobre   
Rodrigo Agostinho participa de mesa de abertura do Seminário
 

A importância dos povos e comunidades para preservação do Cerrado foi tema de seminário realizado na Câmara dos Deputados, nesta quarta-feira (11), mesma data em que se comemora o Dia Nacional do Cerrado. A realização do evento atende a pedido do presidente da Comissão de Meio Ambiente, deputado Rodrigo Agostinho (PSB-SP).
 
No bioma mais ameaçado do País atualmente, estão presentes povos de terreiro e comunidades de matriz africana, povos ciganos, pescadores artesanais, extrativistas, raizeiros, gerazeiros, catingueiros, vazanteiros, veredeiros, apanhadores de flores sempre-vivas, quebradeiras de coco babaçu, retireiros do Araguaia, comunidades de fundos e fechos de pasto, ribeirinhos, entre outros.
 
Essa diversidade de povos promove ao bioma o uso sustentável, garante sua reprodução social, cultural e física, e contribui com a conservação da biodiversidade. De acordo com Agostinho, a extinção do Cerrado acarretará sérias consequências para outros biomas, como o Pantanal, e para os reservatórios de água do País, além de se tornar um problema de abastecimento para toda a população brasileira, urbana e rural. 
 
O socialista disse que existem inúmeros trabalhos que mostram o nível de desmatamento do Cerrado, que são mais de 10 mil km² por ano, mas as pessoas só olham para a destruição das florestas. “O Cerrado é o berço das águas, é onde nascem as principais bacias hidrográficas do Brasil, como a Bacia do São Francisco, do Rio Paraná, do Tocantins, Araguaia, que formam a Bacia Amazônica”, destacou. 
 
Para Agostinho, o Dia do Cerrado é muito especial, pois o bioma é mais que uma savana mais rica em biodiversidade do mundo. Além disso, ele lembrou que nesta região vivem povos com grande diversidade sociocultural, que lutam pela preservação da natureza. “Ao mesmo tempo eles sofrem com o enfrentamento da expansão do agronegócio, que mantém a balança comercial do Brasil favorável, mas que também é responsável por um processo de atropelamento da cultura que existe dentro do Cerrado”, criticou.
 
O deputado Bira do Pindaré (PSB-MA) disse que existe uma guerra travada pela preservação do meio ambiente, e que os defensores da causa são chamados ao compromisso e para a responsabilidade que é preciso ter com essa grande obra da natureza, espalhada em todo território nacional. “Eu destaco o Cerrado, mas é preciso sempre lembrar, também, da Amazônia, que está em chamas. E que infelizmente, hoje, é visto e é consagrado no mundo inteiro como uma vergonha para o povo brasileiro em razão da postura de um governo infeliz, que não tem compromisso com as causas do povo.”

Moreno Nobre
 
     
 
     
 
       
 
Liderança do PSB na Câmara dos Deputados
Câmara dos Deputados - Anexo II - Bloco das Lideranças Partidárias Sala 114 Fone: (61) 3215-9650 - Fax: (61) 3215-9663
Assessoria de imprensa: (61) 3215-9656 • e-mail: imprensa.psb@camara.gov.br ® 2016 • Liderança do PSB na Câmara. Todos os direitos reservados.