08/11/2019
Tamanho
 

Grupo Parlamentar repudia posição brasileira favorável ao embargo a Cuba

Sérgio Francês   
 

Por meio de nota do Grupo Parlamentar Brasil Cuba, a deputada Lídice da Mata (PSB-BA) manifestou seu repúdio ao voto do Brasil favorável ao embargo a Cuba. A presidente do grupo afirma que o Itamaraty nega a história da diplomacia brasileira ao votar a favor do embargo econômico dos Estados Unidos ao país caribenho. 
 
Pela primeira vez na história da Assembleia-Geral da Organização das Nações Unidas (ONU), que ocorreu nesta quinta-feira (7), o Brasil foi favorável a esse bloqueio ilegal que os americanos impõem a Cuba desde 1962. Há 28 anos, a Assembleia-Geral aprova anualmente uma resolução que condena e pede o fim imediato do bloqueio econômico. “Com 187 votos favoráveis e esmagadora maioria, mais uma vez a resolução condenatória foi aprovada, mas pela primeira vez, sem o voto do Brasil”, diz a socialista. 
 
De acordo com a deputada, o governo do presidente Jair Bolsonaro mais uma vez reduz a política do Estado nacional aos interesses de um pequeno grupo ideológico extremista, perseguindo uma postura de absoluta submissão aos interesses do governo Trump. Ela reforça que essa posição afronta um dos princípios históricos da diplomacia brasileira, de condenar medidas unilaterais econômicas contra países, vetadas pela ONU. “E fere o artigo 4° da nossa Constituição, que assegura o respeito aos direitos dos povos à sua autodeterminação, à igualdade entre os Estados, a não intervenção, à defesa da paz e à solução pacífica dos conflitos”, acrescenta.  
 
Segundo a nota, o bloqueio americano provoca constantes e duras dificuldades para o povo cubano e sua economia, o que representa um dos anacronismos mais cruéis da política internacional. Além disso, a guerra econômica imposta à ilha do Caribe visa asfixiar o processo de abertura econômica em andamento, e atinge empresários e investimentos, que confiaram na promessa de novos tempos nas relações continentais feitas pelo próprio governo norte-americano na gestão de Barack Obama. 
 
Desta forma, o Grupo Parlamentar de Amizade Brasil-Cuba manifesta seu repúdio à posição lamentável do governo Bolsonaro, que reflete, mais uma vez, uma submissão aos interesses de uma potência estrangeira. Tudo isso, em nome de um ideário obsoleto, em detrimento dos reais interesses dos povos brasileiro e cubano. 
 

Assessoria de imprensa do PSB na Câmara
 
     
 
     
 
       
 
Liderança do PSB na Câmara dos Deputados
Câmara dos Deputados - Anexo II - Bloco das Lideranças Partidárias Sala 114 Fone: (61) 3215-9650 - Fax: (61) 3215-9663
Assessoria de imprensa: (61) 3215-9656 • e-mail: imprensa.psb@camara.gov.br ® 2016 • Liderança do PSB na Câmara. Todos os direitos reservados.